Total de visualizações de página

quarta-feira, 16 de janeiro de 2013

LEMBREM-SE QUE SOMOS O FLAMENGO!

Não concordei com a saída de Vagner Love, pois acredito que o Flamengo poderia ter demonstrado um pouco de boa vontade e ter negociado com os russos e até mesmo com o jogador. Alguma solução seria achada.

Agora o time ficou sem uma referência, sem uma estrela, alguém que pudesse realmente preocupar os adversários em campo. Muitos torcedores acharam que ele deveria ter ido embora, pois não estava jogando nada no final do ano passado.

Eu discordo. Podia até não estar jogando, mas como tinha raça e vontade de defender a nossa camisa, como poucos jogadores.

É... Tem gente que se contenta com o Hernane, que ainda não mostrou futebol, ou com o jovem Nixon, que acabou ganhando uma responsabilidade muito grande para a sua idade. Vamos ver com se sai.

A temporada agora seria outra e duvido que algum jogador do elenco seja tão rubro-negro quanto o Vagner Love, que tenha realmente amor ao Manto Sagrado, seja flamenguista de verdade. Estaríamos falando de Leonardo Moura e... Mais alguém? Por favor, me ajudem, pois não quero ser injusto com ninguém.

Love andou reclamando para uns e outros que não gostaria de ter saído do Fla e que a diretoria não se interessou em segurá-lo. Segundo ele teria dito "ficaram felizes por ver a oportunidade de economizar mais".

Tudo bem, vamos arrumar a casa, vamos economizar e acabar com a desorganização e irresponsabilidade financeira que reinava no clube. Vamos pagar as dívidas, acabar com essa história de penhora de nossas rendas. Vamos pagar salários mais realistas aos nossos atletas. Vamos até dar bônus por produtividade coletiva e individual, como faz qualquer grande empresa séria. 

Sou a favor de tudo isso. Só que a nova diretoria deve lembrar que somos o Flamengo e não podemos, em hipótese alguma, esquecer que um clube com a nossa grandeza precisa de títulos, muitos títulos, para sobreviver.

2 comentários:

  1. A dívida iria ser acertada, mas... E o Salário? Iria continuar a mesma coisa. Sabe, tem um ditado bem útil para se dizer numa hora dessas: "É melhor dar um passo para trás e depois dois para frente, do que dar um para frente e depois dois para trás".

    Se continuassem com esses gastos, iríamos sempre dar passos para trás.

    Isso que eles estão fazendo é para garantir um futuro de títulos em sequências, e não apenas viver de momentos bons e depois se afundar novamente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A hora é de acertar a casa. Melhores dias virão.

      Excluir